Sindicato dos Trabalhadores na Área de Trânsito do Ceará

Servidores do Detran/CE decretam estado de Greve

Servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/CE) deliberaram estado de Greve, após esclarecimento sobre o andamento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), na manhã desta quarta-feira (30), na sede do Sindetran/CE. A coordenação do Sindicato também planeja um ato em frente ao Palácio da Abolição, no Meireles.

Na última terça-feira (29), as diretorias do Sindetran e do Detran/CE participaram de uma reunião na Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), onde foram informados que havia uma divergência de valores no plano apresentado pelo Sindicato. “Fico surpresa com o posicionamento da Seplag, pois somente agora que fui informada”, declarou Eliene Uchoa, presidente do Sindetran/CE.

No dia 25 de agosto, o técnico do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Ediran Teixeira, responsável pelo estudo, já havia comparecido ao órgão para devidas correções de valores. “Não há preocupação, pois o nosso PCCS já está no orçamento, a questão não é a divergência de valores, isso resolveremos com o técnico que nos acompanha” disparou a Presidente.

A diretoria do Sindicato, esclarece que há 10 anos os servidores lutam pela a implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários e que, somente neste ano, o projeto foi autorizado pelo ex-secretário das cidades, Deputado Ivo Gomes e pelo Governador do Estado, Camilo Santana.


Assembleia Geral Extraordinária e Permanente para os servidores

O Sindicato dos Trabalhadores na Área de Trânsito do Estado do Ceará (Sindetran-Ce) realizará na próxima quarta-feira (30), uma assembleia geral extraordinária e permanente sobre o Plano de Cargos Carreiras e Salário (PCCS) dos servidores públicos do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-Ce).

Serviço:

O que: Assembleia Geral Extraordinária e Permanente

Quando: 30/09/15, próxima quarta-feira

Hora: 8h  primeira convocação

   8h30  segunda convocação

Onde: Na sede do sindicato, localizado na rua Leon Gradvhol, 1212, Maraponga

Pauta: Informes e Encaminhamento do PCCS


Servidores do Detran participam de ato contra congelamento salarial

Servidores Públicos Estaduais ocuparam as galerias da Assembleia Legislativa na manhã desta-terça-feira (22). O ato foi organizado pelo Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Estaduais do Ceará – Fuaspec, composto por 34 entidades.

A mobilização foi articulada durante a semana pelos coordenadores do Fórum que, visitaram o gabinete de alguns parlamentares. O Deputado Estadual Renato Roseno apoiou o movimento dos trabalhadores e leu a carta elaborada pelo Fuaspec na tribuna. O conteúdo do documento aborda a questão do possível congelamento salarial em 2016. Por fim, uma comissão de parlamentares assinou o pedido de audiência pública com o Governador Camilo Santana e os representantes do Fuaspec.


Fuaspec discute situação do Issec durante café da manhã com Deputados

Nesta segunda-feira (21), representantes do Fuaspec, receberam, na sede do Sindicato dos Policiais Civis, para um café da manhã, os deputados federais Chico Lopes e Cabo Sabino. Os líderes classistas abordaram temas polêmicos com os parlamentares, porém, a pauta principal ficou para a discussão sobre o Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará – Issec.

Desde que o Governo sugeriu a criação de um Plano de Saúde para substituir o Issec, que os trabalhadores buscam uma saída, visto que são cerca de 150 mil beneficiários que utilizam os serviços de saúde ofertados. A maior preocupação, caso a mudança seja aprovada, é que os servidores de baixa remuneração seriam automaticamente excluídos.


Convite para os servidores

 

Convidamos todas entidades e você servidor público para participar do ato no dia 22/09 (terça-feira), às 8h, na Assembleia Legislativa. O assunto é discutir o orçamento de 2016 e o possível congelamento salarial dos servidores públicos estaduais.

Participe, essa luta também é sua!


Fuaspec sugere debate sobre situação financeira do Estado

O Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) se reuniu nessa terça-feira (15), no Palácio da Abolição, com o chefe de Gabinete do Governador, Élcio Batista, e com o secretário Acrisio Sena, quando entregou ofício solicitando uma reunião técnica com as Secretarias do Planejamento e Gestão (Seplag) e Fazenda (Sefaz), para conhecimento da real situação financeira do Estado.

A coordenadora geral do Fórum, Eliene Uchoa, solicitou a cópia da ata da reunião de maio, quando o Executivo Estadual prometeu participar de três mesas de negociação e sugeriu os encontros para os meses de setembro e novembro, respectivamente. Ainda sobre a primeira reunião com o governador Camilo Santana, Rita de Cássia Gomes, representante dos servidores administrativos da Educação, pediu um posicionamento sobre o Apoio Administrativo e Operacional (ADO). Já o representante dos Agentes Penitenciários, Valdemiro Barbosa, cobrou agilidade na reunião com governador para tratar da elevação da Gratificação de Atividades Especiais e Risco.

 


A quem interessa a extinção do ISSEC?

Em carta aberta enviada ao Blog, a diretoria do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (FUASPEC) se posiciona contra a extinção do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará. Confira:

A esperança com a chegada do novo gestor, em geral, manifestou-se a partir da crença da possibilidade de avanços e diálogos com servidores, por se tratar de um político do Partido dos Trabalhadores. Porém, frente às atuais decisões tomadas pelo executivo com relação ao Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec), tal expectativa transforma-se em incerteza, ao sabermos que o Estado deseja transformar o Issec em Plano de Saúde, ou seja, estão vislumbrando um modelo que não corresponde à realidade do servidor público estadual. Contrário das nossas perspectivas, se torna mais evidente que essa intenção ultrapassada já iniciaria arruinada.

No último dia 27 de agosto, houve reunião convocada especificamente para tratar da situação do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (ISSEC), a coordenação do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) foi surpreendida com a proposta de criação do PLASSEC.

Segundo o Governo, o PLASSEC será um plano de saúde de autogestão, sem limites de utilização e com mensalidades “menores” que as do mercado. Dessa forma, além de pagar a mensalidade, os servidores terão que custear a coparticipação nos exames e procedimentos. A adesão seria voluntária e facultativa. Se o servidor não puder pagar, será sumariamente EXCLUÍDO.

Só que a realidade do servidor público cearense é bem diferente, devido à baixa remuneração (um dos três menores salários do País), o beneficiário não terá a mínima condição de desembolsar nada mais do que os atuais 11% de seus salários para o ISSEC. Além disso, enquanto o Estado faria um aporte de aproximadamente R$ 82 milhões ao ano para o PLASSEC, os servidores financiariam R$ 400 milhões – isto considerando a tabela mínima, sem a coparticipação.

O Fórum dos Servidores questiona, ainda, o valor das mensalidades, que em muitos casos, devido à idade avançada da maioria dos servidores, seria maior do que as do mercado. Além disso, o PLASSEC não seria um plano regulado pela Agência Nacional de Saúde (ANS), o que poderia acarretar na baixa qualidade do atendimento.

É importante ressaltar, ainda, que o ISSEC é considerado um benefício pelos servidores, uma espécie de política compensatória em virtude das perdas salariais acumuladas, já que as tabelas salariais encontram-se totalmente defasadas.

O ISSEC vem sendo desmontado ano a ano, com aportes cada vez menores por parte do Governo, a fim de justificar a sua extinção. Em 2014, foram 100 milhões/ano aportados. Em 2015, o valor caiu para 82 milhões/ano. Como o Governo quer garantir a qualidade da saúde dos servidores desta forma?

Cerca de 150 mil usuários dependem do ISSEC. Muitos já se encontram com a margem de consignação comprometida, devido a empréstimos contraídos. Assim, ainda que quisessem aderir ao novo plano de saúde, não poderiam. Em todos os lugares, encontramos servidores preocupados e insatisfeitos com a proposta.

Queremos dizer NÃO ao PLASSEC. O ISSEC é uma conquista dos servidores públicos cearenses e dele não abrimos mão. Defendemos melhorias, não a sua extinção.

Servidor(a), defenda o ISSEC. Defenda a sua saúde e o seu futuro!

Fonte: Blog do Eliomar


Sindicatos discutem medidas contra o “congelamento salarial” do servidor estadual

A proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA), disponível no síte da Seplag, revela que o servidor público estadual não terá reajuste salarial no próximo ano. A observação é das entidades associadas ao Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec), que nessa sexta-feira (11) se reuniram na sede da Associação dos Servidores da Secretaria do Planejamento e Gestão, para tratar da recomposição de perdas frente à inflação do período de 2015 para os salários de 2016.

“Estamos preocupados com esse posicionamento, pois o servidor não pode ser penalizado, já que existe um estudo do Sindicato dos Fazendários, que aponta o bom desempenho orçamentário do Estado”, ressaltou Eliene Uchoa, coordenadora geral do Fuaspec.

“O Estado tem uma dívida ativa de seis bilhões que precisa ser executada, por isso mesmo não vamos aceitar essa medida que visa sufocar o servidor público. O que está faltando para cobrar essas pessoas?”, comentou Rita de Cássia Gomes, presidente da Associação dos Servidores da Secretaria da Educação e uma das coordenadoras do Fuaspec.

Fonte: Blog do Eliomar

Link: http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/sindicatos-discutem-medidas-contra-o-congelamento-salarial-do-servidor-estadual/


Entidades sindicais articulam mobilizações contra medida que visa deixar servidor público sem reajuste salarial em 2016

Entidades associadas ao Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) estiveram reunidas na manhã desta sexta-feira (12), na sede da Associação dos Servidores da Secretaria do Planejamento e Gestão, para tratar, principalmente da recomposição de perdas frente à inflação do período de 2015 para os salários de 2016.

O material que serviu de base para apresentação da proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) está disponível no síte da Seplag, revelando que não haverá reajuste salarial para servidores públicos. A mensagem, segundo servidores da Seplag, já teria sido encaminhada à Assembleia Legislativa. “Estamos preocupados com esse posicionamento, pois o servidor não pode ser penalizado, já que existe um estudo do Sindicato dos fazendários que aponta o bom desempenho orçamentário do Estado, declarou Eliene Uchoa, Coordenadora Geral do Fuaspec.

“O Estado tem uma dívida ativa de seis bilhões que precisa ser executada, por isso mesmo não vamos aceitar essa medida que visa sufocar o servidor público. O que está faltando para cobrar essas pessoas?”, disparou Rita de Cássia Gomes, Presidente da Associação dos Servidores da Secretaria da Educação e uma das coordenadoras do Fuaspec.


Deputado Renato Roseno recebe Fuaspec

A Presidente do Sindicato dos Trabalhadores na área do Trânsito do Estado do Ceará (Sindetran), que também ocupa a coordenação geral do Fuaspec, esteve reunida, na tarde dessa quinta-feira (10), na Assembleia Legislativa, com o Deputado Estadual Renato Roseno para tratar da reestruturação o Issec, considerando que o próprio parlamentar já havia convocado uma audiência pública para tratar da problemática no equipamento.  

Os coordenadores do Fórum presentes na reunião consideraram o encontro proveitoso, relembrando que além de abrir debate em audiência pública com servidores, representantes classistas, Governo, Ministério Público, entre outras autoridades, o Deputado Renato Roseno revelou que irá solicitar informações financeiras do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará – Issec.


Página 1 de 13123...Último
Filiação TV SINDETRAN Assistência Jurídica Últimas Notícias